terça-feira, 7 de dezembro de 2010

E POR ELES ME SANTIFICO A MIM MESMO

Muitas vezes temos vontade de nos isolarmos numa ilha deserta ou num mato bem longe da cidade. As coisas e as pessoas tem ficado cada dia que passa, mais difíceis e complicadas. Isso digo para aqueles que querem viver sem as apelações do mundo.Fico pensando como é bom ter um refúgio para darmos uma pausa e termos momento de refrigério. Mas entendo que não podemos fugir do mundo,  o próprio Jesus orou a Deus pelos discípulos assim: “Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal. Não são do mundo, como eu do mundo não sou.” (João 17,15-16)

Então eu me pergunto: Como estar no mundo e não se sujar?
Eui bem estava me lembrando das palavras do Pr. Edval, que um dia disse: "É possível sim, permanecermos limpos no meio de tanta sujeira. Assim como a  garça, que para pegar seu alimento,muitas vezes tem que entrar na lama, mas sempre está com suas penas branquinhas."

Existe uma palavra muito forte em contraste ao comportamento e  o esfriamento das pessoas, pela busca de Deus e seus renovos nos dias de hoje. Às vezes parece que temos que  nos dedicar em aprender verdadeiramente de como entrar na lama e não se sujar. Mas isso é somente para aqueles que desejam, e estão em busca de fazerem a diferença.
"E confias que és guia dos cegos, luz dos que estão em trevas,
 Instrutor dos néscios, mestre de crianças, que tens a forma da ciência e da verdade na lei;
Tu, pois, que ensinas a outro, não te ensinas a ti mesmo?
Tu, que pregas que não se deve furtar, furtas?
Tu, que dizes que não se deve adulterar, adulteras?
Tu, que abominas os ídolos, cometes sacrilégio?
Tu, que te glorias na lei, desonras a Deus pela transgressão da lei?
Porque, como está escrito, o nome de Deus é blasfemado entre os gentios por causa de vocês."   Romanos 2, 19-24. 

Fiquei lendo por várias vezes essa palavra essa semana.
Tenho visto como as coisas de Deus são incríveis. Só agora que dei a completa importância do que foi falado  ao meu coração no acampamento feminino e 2010. Não precisamos e não devemos nos isolar do mundo mas sim buscar a santificação para que os outros através do nosso viver sejam santificados também!

Quantas pessoas nesse momento sentem que precisam fazer essas perguntas a si mesmos...
Como posso eu, provar de um mel puro e doce e não querer oferecê-lo a outras pessoas?
Como posso saber de uma tão grande e linda verdade e me comportar vivendo uma mentira ou uma ilusão? Como posso ter sido eu escolhido para ser alguém que mostre Sua luz ao vivo e a cores, e fico tão somente atrás de uma tela de computador ou telefone fazendo o que não sou? Como posso ter descoberto um colírio que outrora me livrou da cegueira espiritual, e não indicar para alguém ao meu lado que está totalmente cego? E pior ainda, como posso eu mesmo beber algo sabendo que é venenoso, parecendo  não ter eu o entendimento anterior?

"Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte."(Mateus 5,14)

"E por eles me santifico a mim mesmo, para que também eles sejam santificados na verdade."(João 17,19)

**Senhor ajuda-me a permanecer limpa. Me livra de todo lodo que possa vir me envolver e me fazer afundar. Quero ser achada em Ti, sendo um instrumento de valor, objeto de louvor, e não de blasfêmia contra o Teu nome. Quero ser luz para os cegos, não pedra de tropeço. Quero ser um reflexo do teu tão grande Amor e misericórdia.
Em nome de Jesus Amém!**


Jackeline Matos